BLOG MANNESOFT PRIME

26/02/2020

Educação a distância: como lidar com os desafios da gestão de polos EAD

Flexibilidade, facilidade de acesso à tecnologia, autonomia de estudo e menor custo são alguns dos motivos que levam milhares de pessoas a optarem pela modalidade de educação a distância (EAD). Em 2018, segundo o Censo da Educação Superior, o número de matrículas na modalidade a distância superou os 2 milhões e já representava 24,3% do total de matrículas de graduação no Brasil.

O crescimento da EAD nos últimos anos no Brasil se deve principalmente à flexibilidade, já que o aluno pode estudar quando e onde quiser, e tem como principal vantagem a ampliação do acesso ao ensino superior, principalmente para pessoas que não teriam tempo ou recursos para estudar presencialmente.

Dessa forma, a modalidade é bastante procurada por jovens que não têm condições de sair da sua rotina para ir a uma universidade, profissionais que já atuam no mercado de trabalho e não têm flexibilidade de horários (ou moram em regiões distantes dos grandes centros) e pessoas de idade avançada que buscam aprender sobre novos assuntos. 

Além disso, a mensalidade do ensino a distância tende a ser mais barata do que os cursos presenciais, aumentando ainda mais a procura. Isso acontece porque os cursos EAD atingem maior número de alunos e um professor pode ensinar para mais estudantes. 

 

Por que investir em educação a distância?

A EAD não é uma novidade na educação, já que antigamente os alunos estudavam por correspondência, por exemplo. Porém, com o avanço da tecnologia e a democratização do acesso, essa modalidade tem se popularizado cada vez mais, principalmente em cursos de nível superior.

Com a facilidade de acesso à tecnologia, muitas instituições oferecem ambientes virtuais em que disponibilizam aulas gravadas ou ao vivo, textos, fóruns, chats e tarefas online. Dessa forma, os alunos podem interagir em tempo real com professores ou tutores e realizam trabalhos em grupo, provas online e presenciais sem comprometer o aprendizado.

Com a EAD, as instituições de ensino têm a possibilidade de ampliar seu alcance para outras cidades e até países. A economia de tempo e recursos financeiros (além do valor da mensalidade, o estudo presencial também demanda outros custos como transporte, alimentação e materiais, por exemplo) em uma rotina cada vez mais atribulada para a maioria das pessoas é um dos maiores atrativos da educação a distância. 

Além disso, com essa modalidade os professores têm mais facilidade para criar provas, atividades e avaliações, já que atendem um maior número de alunos. Da mesma forma, a gestão de alunos e professores é mais fácil e ainda há a presença dos tutores, que dão suporte à atividade docente.

Com as possibilidades oferecidas pela tecnologia, os professores podem criar aulas atraentes e interativas para incentivar o pensamento crítico dos alunos. Estes, por sua vez, precisam desenvolver autonomia e disciplina para garantir o aprendizado, o que também auxilia o trabalho dos professores e pode ser debatido durante as aulas.

A modalidade de ensino a distância pode trazer benefícios para os professores, alunos e gestores das instituições de ensino e, quando bem gerenciado, proporciona um retorno rápido aos investimentos da equipe.

No entanto, por mais que o custo para manter a modalidade EAD seja menor em comparação com a presencial, existem diversos desafios para oferecer um ensino de qualidade aos alunos.

A gestão de polos, por exemplo, é uma tarefa abrangente e que ocupa grande parte do tempo da equipe pedagógica, pois é como se fosse uma extensão da instituição de ensino.

 

Planejamento e gestão de polos EAD

O polo EAD é uma unidade da instituição de ensino credenciada pelo Ministério da Educação para oferecer atividades presenciais relacionadas aos cursos realizados a distância.

Este local é como se fosse uma extensão da faculdade ou universidade, com toda a estrutura física e tecnológica para atender às necessidades dos alunos. No polo EAD os estudantes recebem atendimento personalizado para esclarecer dúvidas financeiras, acadêmicas e pedagógicas com profissionais especializados. 

O polo presencial também é a referência física mais próxima do aluno e, com isso, se torna uma importante referência de apoio e assistência durante o curso, já que é nesse local que o estudante terá acompanhamento, orientação para estudos, práticas laboratoriais, realização de avaliações presenciais, videoconferências e outras atividades.

Alguns cursos com metodologia híbrida, por exemplo, exigem a realização de atividades e provas presenciais, que são realizadas nos polos com o auxílio de professores e tutores. Dependendo do curso também são exigidas atividades práticas em laboratórios e outros ambientes específicos que são disponibilizados nos polos EAD.

Já os cursos totalmente online em geral exigem a presença dos alunos apenas para as avaliações ou para retirar e entregar documentos para a realização de estágios, por exemplo.

 

Desafios da gestão do ensino a distância

Com o aumento da procura por ensino a distância, muitas instituições de ensino com cursos presenciais passaram a oferecer essa modalidade de estudo e começaram a receber alunos de todo o país. Outras instituições foram fundadas para ocupar este segmento de mercado e oferecem polos EAD com cursos a distância.

A gestão em EAD tem grandes desafios, pois os gestores das instituições de ensino precisam pensar em todos os aspectos legais, administrativos, pedagógicos, operacionais e nas necessidades do público.

Assim, instituições que priorizam a qualidade educacional como forma de retenção e fidelização dos alunos têm mais chances de crescimento e expansão em outros polos pelo país. Para isso, o planejamento é essencial para atingir os resultados desejados e deve levar em conta o público que será atendido, os objetivos da instituição e as condições concretas de oferta, ou seja, quais tecnologias estão disponíveis para uso.

A infraestrutura tecnológica é essencial para o sucesso de um polo EAD, pois é a base dessa modalidade e um dos fatores decisivos para a captação de matrículas.

A gestão do ensino a distância também exige conhecimentos específicos, pois apresenta desafios diferentes dos cursos presenciais. Também é preciso buscar o aprimoramento constante das condições de produção e disseminação do conhecimento para garantir a qualidade do ensino e atrair novos alunos.

Um dos aspectos que impactam no sucesso da gestão de cursos EAD é o incentivo à comunicação entre o professor e os alunos. Como as aulas acontecem em um ambiente virtual e cada aluno precisa encaixar os estudos na própria rotina, a interação entre os estudantes e os professores pode se perder e prejudicar o relacionamento da turma.

Por isso, a instituição deve oferecer alternativas de contato e incentivar a comunicação para não prejudicar o processo de ensino e aprendizagem. Uma das formas de fazer isso é criar fóruns de discussão, análises de textos em grupo, trabalhos em equipe e utilizar a própria tecnologia como ferramenta de integração.

Outro desafio na gestão do ensino a distância envolve a administração de várias unidades em locais diferentes. Para isso, o gestor precisa ter ferramentas de acesso às informações, indicadores de desempenho e relatórios específicos de cada polo. Nesse sentido, é essencial ter um sistema de gestão completo para administrar diversos ambientes com cursos específicos e metodologias diferentes.

 

Sistema de gestão EAD

Um sistema de gestão educacional eficiente pode ser o diferencial para o sucesso da educação a distância em uma instituição de ensino. Isso acontece porque o sistema utilizado está presente em todas as etapas, desde o primeiro contato do aluno com o local. 

É por meio do sistema de gestão que o aluno irá fazer a matrícula, gerenciar as aulas e organizar sua rotina de estudos. Além disso, com essa ferramenta o estudante não precisa se deslocar até o polo presencial para acompanhar sua situação financeira, agendar provas, consultar o calendário acadêmico, quitar débitos e acompanhar os avisos dos professores.

Para os gestores, o sistema também deve ser intuitivo e permitir a personalização de acordo com as necessidades de cada polo. Dessa forma, ao centralizar todas as informações no mesmo local é possível gerenciar a instituição de ensino como um todo, além de permitir a integração a outros sistemas de EAD.

Por isso, o Mannesoft Prime é a melhor opção para a gestão da sua instituição de ensino, já que pode ser utilizado por alunos, professores e gestores para atender a todos os polos EAD.

Com os módulos específicos, os gestores automatizam processos e têm acesso a relatórios personalizados para facilitar a tomada de decisões, os professores realizam suas tarefas diárias de forma rápida e fácil, e os alunos têm acesso a suas informações acadêmicas e financeiras.

A gestão em EAD é uma tarefa complexa com muitas especificidades nos aspectos administrativo, pedagógico e estrutural. Dessa forma, o gestor deve ter habilidade para coordenar o processo de adaptação e ter uma visão ampla do desempenho da instituição em tempo real para implementar novas estratégias de otimização dos resultados. 

Para garantir o sucesso da gestão educacional, além de uma plataforma fácil de ser usada para ministrar as aulas, é preciso investir em um sistema de gestão escolar que possibilite a interação entre a instituição, o professor e o aluno. Além disso, ao unir as áreas acadêmica, pedagógica e financeira, o Mannesoft Prime facilita o acesso e o gerenciamento da instituição de ensino como um todo.

O Mannesoft Prime oferece essas e outras ferramentas para a gestão de polos EAD e presenciais, com a melhor tecnologia para a gestão da sua instituição de ensino. Para saber mais sobre os recursos e módulos do software, entre em contato com nossos consultores.




Voltar

Contato

Entre em contato pelo formulário ou
nos envie um e-mail.

contato@mannesoftprime.com.br

41 3111.2200